RÁ, RÁ, RÚ, RÚ! O BRASIL É ZIKA!!!!


Por mais que alguns não queiram aceitar, mas é verdade, o Brasil está enfrentando sua pior crise econômica das últimas décadas, quiçá da história. Um enorme esquema de corrupção tem prejudicado empresas e vem derrubando a economia nacional dia após dia.

E o povo grita:

Lula é um Ladrão!

Lula é um DEUS!

Mas Lula não sabe de nada.

Existe soberba demais de ambos os lados, os que acusam e os que defendem são de veras donos da verdade absoluta e imutável das situações, onde uma pessoa ser suspeito já está condenado, onde ser acusado já basta para ser preso e onde a legalidade dúbia da lei pode te levar para a RENDENÇÃO ou ao FUNDO DO POÇO, seja você o réu ou o juiz.
A epidemia de Zika espalha desespero ao longo da região Nordeste. E ás vésperas de uma Olimpíada, o governo luta pela sobrevivência com quase todas as frentes do sistema político sob uma nuvem de escândalos dos mais sujos que possam existir.

Isso é bom? Isso é ruim? Tanto faz?

No âmbito estadual, vemos um governo apático diante da fraqueza econômica e as crises da saúde e da segurança se agravando cada vez mais. Vemos ex-políticos e futuros candidatos achincalhando o povo com agressões e palavras grosseiras, no melhor estilo BBB. No meio desse turbilhão a "Educação" tenta se sustentar em estado de greve, ou não. Tem deputado ameaçando ex-governador de “péia”, tem manifestos de esquina firmando apoio ao um governo decadente, enquanto nós, que ainda temos um pouco de ar para respirar, observamos encurralados toda essa bagunça, se não nos manifestamos, somos pró governo, se nos manifestamos somos facistas. O ridículo disso tudo é o extremismo, ser contra a corrupção não é ser contra um partido, e defender um partido não quer dizer que eu seja corrupto, mas o brasileiro é assim, procura sempre o meio mais fácil de agir em situações problemáticas, ao vez de um “POR QUÊ” só podemos falar “SIM” ou “NÃO” e pronto, algo além disso é motivo de ser chingado de manipulável global.

Em Icó, "a parada é pesada". Temos de tudo, de um lado "todo mundo quer Bebel", bom, pelo menos é isso que ele acha em meio as chacotas que fazem com o seu nome. Tem até candidato a prefeito que mal tirou o próprio voto pra vereador.
Mas, temos um atual prefeito que parece estar brincando com a sua impopularidade e caminhando rumo a uma eleição prometendo coisas que nem chegou a cumprir em seu primeiro mandato e ainda lançando mais pacotes de obras, o problema é que os primeiros pacotes ainda estão fechados e ele já tá amarrando outros pacotes para lançar (via telefone celular) em rádio local, direto de fortaleza para o deleite dos amigados.
Temos também o filho de um renomado prefeito dos anos 70 que retorna a cidade tentando/querendo/achando/pensando que vai mudar algo, mas está balançando mais pro lado de uma suposta União e permanência dos atuais "esquemas" políticos do que mudando algo de fato.
Por fim, temos um candidato que será eleito por tabela, líder político nato, que por duas gestões passou por escândalos equiparáveis aos atuais que circulam na mídia, e que fez uma gestão boa para uns, ruim para outros, que mudou a cidade para uns e que afundou para outros, e o seu candidato de tabela e seus votantes adoram o título: LARANJA. Como se isso fosse uma coisa boa. O real fato é que, o candidato de tabela pode levar essa, e nós devemos orar para que mesmo de tabela, que seja feito algo, que haja de fato uma mudança, mas uma mudança de postura e de pensamento para banir de vez essa chacota política centenária as margens do rio salgado.

SHARE

Bruno Kaoss

Um apaixonado por todas as formas de expressões artísticas, em especial a Música. QUESTIONADOR... Adoro divulgar informações e promover debates sobre questões sociais, econômicas, políticas, ambientais e culturais.

  • Image
  • Image