Igualdade de valor; papéis diferentes


Somos todos iguais: cada um de nós tem um papel no mundo, único, ninguém veio por acaso. Se alguém não existisse, a peça da vida teria um “buraco”, como uma peça faltando um ator. Seria incompleta.
Então, somos todos valiosos, merecemos todos o mesmo respeito e as mesmas oportunidades. O que fazemos com as oportunidades é nossa responsabilidade e, assim, os resultados serão de acordo. Por outro lado, se desperdiço uma oportunidade, posso criar ou aproveitar outra, se aprendi do passado. Igualdade no merecimento de respeito e de oportunidades não impede que haja papéis diferentes, com necessidade de disciplina, a qual, entretanto, deve ser amorosa e gentil, embora determinada tanto quanto necessário. 


#EscolhaCalma
SHARE

Bruno Kaoss

Um apaixonado por todas as formas de expressões artísticas, em especial a Música. QUESTIONADOR... Adoro divulgar informações e promover debates sobre questões sociais, econômicas, políticas, ambientais e culturais.

  • Image
  • Image