[08] Pretérito imperfeito

(Bruno Kaoss / Pedro Lucca Cândido)

Eu não quero mais um amor...
Com validade vencida
Eu prefiro a dor e o sabor,
O espinho e a flor de uma fruta proibida 

Mas se for pra ter alguém do meu lado
Que não faça-me um ser refém 
Do seu fado, Meu bem,
Eu já tô predestinado então vem, então vem...

Hoje eu quero mais um amor
Pr’umas noites mal dormidas.
Lá dos quintos de onde for oh oh 
Uma paixão mal resolvida 

E se for pra conjugar o nosso caso 
Se tiver no verbo amar
Já não tem mais jeito
É do pretérito imperfeito 

Mas se for pra ter alguém do meu lado 
Que não faça-me um ser refém 
Do seu fado, Meu bem,                                  
Eu já tô predestinado, então vem, então vem...

E se for pra conjugar o nosso caso 
Se tiver no verbo amar
Já não tem mais jeito
É do pretérito imperfeito...



SHARE

Bruno Kaoss

Um apaixonado por todas as formas de expressões artísticas, em especial a Música. QUESTIONADOR... Adoro divulgar informações e promover debates sobre questões sociais, econômicas, políticas, ambientais e culturais.

  • Image
  • Image